21/8/2023

Como Reduzir Impostos e Aumentar a Lucratividade em Sua Clínica Médica

Se você é proprietário de uma clínica médica, é provável que já tenha se deparado com a significativa carga tributária que impacta o campo da saúde. No entanto, existe um benefício fiscal pouco explorado que pode aliviar seus encargos fiscais e ampliar seus ganhos. Neste artigo, abordaremos detalhadamente o benefício da equiparação hospitalar, um elemento que pode redefinir os rumos da sua clínica.


Empresas de todos os tamanhos enfrentam demandas tributárias, e clínicas médicas não são exceção. O espectro de impostos como IR, CSLL, COFINS, PIS e ISS se traduz em uma carga tributária substancial. O regime tributário do Simples Nacional, embora vantajoso, pode não ser suficiente para produzir uma redução significativa desses encargos.


Uma boa notícia emerge da Lei 9.249/1995, que instituiu um benefício tributário pouco explorado: a equiparação hospitalar. Este benefício desencadeia uma notável redução no IRPJ e CSLL para serviços médicos direcionados à promoção da saúde. A recente determinação do STJ - Tema repetitivo nº 217/STJ (REsp nº 1.116.399) - ampliou o âmbito deste benefício, englobando serviços oferecidos fora das instalações hospitalares.


A aderência à equiparação hospitalar leva a uma queda significativa no valor pago a título de tributação, visto que a base de cálculo do IRPJ e da CSLL passa a ser aferida mediante a aplicação dos percentuais de 8% e 12%, respectivamente, sobre a receita bruta auferida, em oposição aos tradicionais 32%.


Para garantir o benefício, sua clínica deve estar enquadrada no Lucro Presumido, ser uma sociedade empresária e cumprir as normas da Anvisa. Além disso, deve prestar serviços médicos voltados à promoção da saúde, excluindo simples consultas.


A equiparação hospitalar se destina às clínicas médicas que oferecem serviços diretamente relacionados à promoção da saúde. Isso abrange uma variedade de procedimentos e atividades, como cirurgias, reprodução assistida, análises clínicas, diagnóstico por imagem e muitos outros. Vale ressaltar, porém, consultas médicas e atividades administrativas não são abrangidas pela tributação especial.


Se sua clínica não atende a todos os requisitos, é possível ajustá-la para se beneficiar futuramente. Isso envolve a adequação do contrato social e a classificação da atividade no CNAE. Mudar o regime tributário pode ser necessário, mas precisa ser planejado com antecedência, e a melhor forma de fazê-lo é através do planejamento tributário.


Para extrair o máximo proveito da equiparação hospitalar, é fundamental contar com a consultoria de um escritório de advocacia especializado. Esses profissionais podem ajudá-lo a entender os requisitos, a preparar sua clínica e, se necessário, a entrar com ações judiciais para garantir seus direitos.


Aproveitar os benefícios da equiparação hospitalar é uma estratégia viável para reduzir impostos e ampliar a lucratividade em sua clínica médica. Ao adentrar esse âmbito e buscar orientação junto a especialistas em direito tributário, você estará capacitado a otimizar suas finanças e oferecer serviços médicos de alta qualidade a preços mais acessíveis para seus pacientes.


Quer conhecer melhor como a Fass Advogados pode contribuir para reduzir seus tributos? Acesse https://fass.legal/formulario-institucional!